FOLHA DE CANTOS DA MISSA DO I ENCONTRO NACIONAL DA FAMÍLIA JOCHEM NO BRASIL

 

FAMÍLIA JOCHEM NO BRASIL
PEQUENO HISTÓRICO


          O imigrante alemão PETER JOCHEM (filho de Matthias Jochem e de Susanna Back), em 1847, instalou-se na Colônia Santa Isabel, na localidade de Löffelscheidt, hoje município de Águas Mornas - Santa Catarina, onde recebeu um lote de terras do governo brasileiro. Ele era solteiro e tinha 26 anos de idade quando chegou ao Brasil. Aqui constitui família casando-se com Anna Maria Petri (filha de Philipp Petri e de Maria Meyer) com quem teve 6 (seis) filhos.

          O primeiro chama-se FELIPE JOCHEM - nasceu em 1848 e dele não se tem mais notícias; talvez faleceu ainda criança. O segundo filho tem o nome do pai e chama-se também PEDRO JOCHEM - nasceu em 29 de outubro de 1849 e faleceu em 23 de abril de 1925. Casou-se com Maria Loffi, com quem teve, aproximadamente, 10 filhos. O terceiro filho chama-se JOÃO JOCHEM - nasceu em 17 de julho de 1853 e faleceu em 21 de setembro de 1911. Contraiu matrimônio com Catarina Loffi com quem teve 11 filhos. O quarto filho é CATHARINA JOCHEM - nasceu em 03 de abril de 1856 e faleceu em 01 de janeiro de 1903. Casou-se com João Knies. O quinto filho é JACOB JOCHEM - nasceu em 1858 e dele não se tem mais notícias; talvez tenha falecido, também, ainda criança. O sexto e último filho do imigrante Pedro Jochem chama-se JOSÉ JOCHEM - nasceu em 22 de abril de 1860 e faleceu em 07 de outubro de 1953. Contraiu matrimônio com Margarida Hillesheim com quem teve 1 filha.

          Presume-se que sejam, aproxi-madamente, 1.000 (um mil) os descendentes vivos de Peter Jochem.

          Hoje, os descendentes do imigrante Pedro Jochem, estão presentes nos seguintes municípios brasileiros: Agrolândia - SC, Águas Mornas - SC, Alfredo Wagner - SC, Angelina - SC, Ascurra - SC, Atalanta - SC, Bela Vista - MS, Blumenau - SC, Braço do Norte - SC, Cafelandia - PR, Campo Alegre - SC, Carlos Barbosa - RS, Cascavel - PR, Correia Pinto - SC, Criciúma - SC, Curitiba - PR, Dona Emma - SC, Espigão do Oeste - RO, Florianópolis - SC, Içara - SC, Indaial - SC, Itajaí - SC, Ituporanga - SC, Jaguaruna - SC, Jaraguá do Sul - SC, Joinville - SC, Lages - SC, Lauro Müller - SC, Lindoeste - PR, Lontras - SC, Mirante da Serra - RO, Nova Mamoré - RO, Palhoça - SC, Pato Branco - PR, Penha - SC, Petrolândia - SC, Pinhais - PR, Planalto - PR, Pomerode - SC, Pouso Redondo - SC, Presidente Getúlio - SC, Rancho Queimado - SC, Rio do Oeste - SC, Rio do Sul - SC, Santo Amaro da Imperatriz - SC, São Bento do Sul - SC, São José - SC, São José dos Campos - SP, São Ludgero - SC, São Paulo - SP, Trombudo Central - SC. (A listagem pode não estar completa).

  1 - CANTO DE ENTRADA

Como é bom ter a minha família1 – É no campo da vida que se esconde um tesouro. Vale mais que o ouro mais que a prata que brilha. É presente de Deus é o céu já aqui. O amor mora ali e se chama família.Como é bom ter a minha família. Como é bom...
Vale a pena vender tudo o mais para poder comprar. Esse campo que esconde um tesouro que é puro Dom. É meu ouro, meu céu, minha paz, minha vida, meu lar.2 – Até mesmo o céu desejou ser família
Para que a família desejasse ser céu
Nela se faz a paz no ouvir, no falar
E na arte de amar o amargor vira mel 3 – Na família a mentira não se dá com a verdade. E a fidelidade sabe o peso da cruz
Porque lá há amor há renúncia e perdão
Há também oração e o chefe é Jesus4 – Surgem falsos brilhantes enganando a família.
Tão sutil armadilha de um doce sabor
A riqueza maior é de Deus a presença
Na saúde ou doença na alegria e na dor

2 - CANTO: ATO PENITENCIAL


1 – Pelos pecados, erros passados; por divisões na Tua Igreja, ó Jesus!
Estr.: Senhor, piedade! Senhor, piedade!
Senhor, piedade, piedade de nós!2 – Quem não te aceita, quem te rejeita, não pode crer por ver cristãos que vivem mal!
Estr.: Cristo, piedade! Cristo, piedade!
Cristo piedade, piedade de nós!3 - Hoje, se a vida é tão ferida, deve-se a culpa, indiferença dos cristãos!
Estr.: Senhor, piedade! Senhor, piedade!
Senhor, piedade, piedade de nós!

3 - CANTO: HINO DE LOUVOR


Conheço um coração, tão manso, humilde e sereno. Que louva o Pai, por revelar seu nome aos pequenos. Que tem o Dom de amar, que sabe perdoar, e deu a vida para nos salvar.Jesus, manda Teu Espírito, para transformar meu coração. As vezes no meu peito bate um coração de pedra. Magoado, frio, sem vida aqui dentro ele me aperta. Não quer saber de amar, nem sabe perdoa. Tem tudo e não sabe partilhar

Lava purifica e restaura-me de novo,
Serás o nosso Deus e nós seremos o Teu povo

______________________________________________________

4 – CANTO DE MEDITAÇÃO

O Amor é o Dom Supremo

Ainda que eu fale / a língua dos homens /
Ainda que eu fale / a língua dos anjos /
Serei como bronze / que soa em vão /
Se eu não tenho amor, / Amor aos irmãos /

O amor é paciente e tudo crê
É compassivo, não tem rancor
Não se alegra com a injustiça e com o mal
Tudo suporta, é Dom total.

Ainda que eu tenha / vigor de profeta /
E o Dom da paciência / firmeza na fé /
Ainda que eu possa / transpor as montanhas /
Se eu não tenho amor / de nada adianta /

5 - ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO


Buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça
E tudo mais vos será acrescentado.

Aleluia, Aleluia.

Não só de pão o homem viverá mas de toda palavra que procede da boca de Deus.

Aleluia, Aleluia.

6 - CANTO DO OFERTÓRIO

Meu Coração é para Ti Senhor

Porque Tu me deste a vida, porque tu me deste o existir
Porque Tu me deste o carinho/ me deste o amor

Pão e vinho são pra Ti Senhor........
Minha vida é para Ti Senhor.......
Minha família é para Ti Senhor........


7 - CANTO DE COMUNHÃO

Por esta Paz que a Juventude tanto Quer


Por esta paz que a juventude tanto quer
Pela alegria que as crianças tem às mãos
Eu rendo graças a meu Pai que se compraz
e assim me pede para abrir meu coração.

Tomai comei, tomai bebei, meu corpo e sangue que eu vos dou, o Pão da vida, Sou Eu mesmo em refeição
Pai de bondade, Deus de amor e do universo sustentai
os que se doam por um mundo irmão

Pelos que firmam na justiça os próprios pés
Pelo suor dos que mais lutam pelo pão
Eu rendo graças a meu Pai que vem nutrir,
e assim me pede para abrir meu coração

Pelos que sabem enxergar um pouco além,
E assim repartem a esperança com razão.
Eu rendo graças ao meu Pai que tudo vê,
E assim me pede para abrir meu coração.

 

Pelos que choram mas não perdem sua fé,
Pelos humildes que praticam o perdão.
Eu rendo graças ao meu Pai que vem nutrir,
E assim me pede para abrir meu coração.

Pelos pequenos que só sabem confiar,
Pelos que sabem dizer Sim e dizer Não,
Eu rendo graças, que o meu Pai tudo sustem,
E assim me pede para abrir meu coração.

Por todo aquele que ainda sabe agradecer,
E por quem ama sem pensar em condição.
Eu rendo graças ao meu Pai, o Deus amor,
Que assim me pede para abrir meu coração.

Por minha vida, por meu povo, pelos meus,
Eu rendo graças que o meu Pai estende as mãos,
tudo sustenta e nos renova e dá vigor,
E assim me pede para abrir meu coração.

8 - AÇÃO DE GRAÇAS: Oração da Família

Que nenhuma família comece em qualquer de repente. Que nenhuma família termine por falta de amor. Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente. E que nada no mundo separe um casal sonhador.

Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte. Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois. Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte. Que eles vivam do ontem, no hoje e em função de um depois.

Que a família comece e termine sabendo onde vai. E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai. Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor. E que os filhos conheçam a força que brota do amor.

Abençoa, Senhor, as famílias. Amém.
Abençoa, Senhor, a minha também!

Que marido e mulher tenham força de amar sem medida. Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão. Que as crianças aprendam no colo o sentido da vida. Que a família celebre a partilha do abraço e do pão.

Que o marido e a mulher não se traiam nem traiam seus filhos. Que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois. Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho. Seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois.

9 - CANTO FINAL

1 - Nós te saudamos, cheia de graça,
Todos abraças com tua luz. Te consagramos a nossa vida, Aparecida, Mãe de Jesus.

Estr.: Na Imagem tão pequena
Tu és a mãe morena
A Padroeira do Brasil. (bis)

2 – Ó Mãe Divino consolo Santo, que enxuga o pranto dos filhos seus. Tu nos ensinas que o rosto escuro também é puro perante Deus.

3 – Os caminhantes que te procuram, aqui se
curam na tua paz. Aos navegantes do rio da
vida, Tua acolhida sempre darás.

 

© Copyright Toni Vidal Jochem, 2004. Todos os direitos reservados.
toni@tonijochem.com.br